Rialma
PREFEITURA

A força de
um novo tempo.

História
Rialma

Fundação: 1953

Aniversário: 16 de Julho

Gentílico: Rialmense

População: 11.003 hab.

Localização: ver mapa

O povoado que deu origem à cidade surgiu na margem direita do rio das Almas, juntamente com Ceres que se erguia à margem esquerda, quando foi criado a Colônia Agrícola Nacional, em 1940. A notícia da distribuição de lotes gratuitos atraiu trabalhadores de várias partes do país, sobretudo de Minas gerais. Muitos passaram a residir do outro lado, razão da alcunha de “barranqueiros” e o nome de “Barranca” do Povoado nascente. A população do povoado de Barranca crescia de maneira impressionante, principalmente com a construção da rodovia federal Anápolis-Belém, atual BR-153 – Belém-Brasília, passando a denominar-se “Rialma” forma sincopada de “Rio das Almas” . Rialma passou à categoria de distrito, pela Lei Municipal nº 11, de 21 de agosto de 1948. Sua emancipação política deu-se em 16 de julho de 1953, pelo Decreto-Lei Estadual nº 753, instalando-se o município em 1º de janeiro de 1954, desmembrado de Jaraguá. Uma extensa ponte de concreto armado une as duas cidades surgidas ao mesmo tempo, em função da Colônia Agrícola Nacional. Gentílico: rialmense

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Rialma, ex-povoado, pela lei municipal nº 11, de 21-08-1948. subordinado ao mnicípio de Jaraguá. Em divisão territorial vigente em 1-VII-1950, o município figura no município de Jaraguá. Elevado à categoria de município com a denominação de Rialma, pela lei estadual nº 753, de 16-07-1953, desmembrado de Jaraguá. Sede no antigo distrito de Rialma, expovoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Pelo decreto federal nº 82852, de 18-12-1978, Rilama adquiriu do município de Jaraguá o território do extinto município de Castrinópolis, como simples distrito. Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 2 distritos: Rialma e Castrinópolis. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

 

Gentílico: Rialmense